IMG 1188 Novo projeto: vegetarianos, venham comigo!

Cardápio do El Kabong, o meu mexicano favorito

Há cerca de 9 anos, fiz uma escolha: deixar de comer carne. Se foi difícil? Não! Bastou um pouco mais de informação a respeito de matadouros e granjas para que eu nunca mais colocasse um pedaço de frango ou bife na boca. Mas nem peixe? Jamais comi. Nunca simpatizei com o gosto ou o cheio da comida feita com o que vem do mar ou do rio. Aliás, desconfie de pessoas que se dizem vegetarianas, mas comem um sushizinho “de vez em quando”.

Minha vida mudou? Sim. Além do meu paladar, que ficou melhor (o gosto dos alimentos que consumo ficou mais intenso), comer fora ficou mais complicado (em viagens, então, nem se fala). Por conta disso, acabo frequentando os mesmos restaurantes. Infelizmente a maioria dos estabelecimentos não estão preparados para receber clientes com o estilo diferente da maioria – e olha que, segundo pesquisa realizada pelo Ibope em 2012, somos cerca de 15 milhões só no Brasil. Nosso dia a dia seria muito mais fácil se pratos sem carne viessem identificados no cardápio, por exemplo.

Pensando nisso, tive uma luz: e se eu fizesse com que a minha busca por refeições bacanas virasse algo proveitoso para quem passa pelo mesmo perrengue que eu? Senhoras e senhores, apresento-lhes a série “50 bons restaurantes para vegetarianos”. A ideia é que eu conte a minha experiência com o menu de lugares comuns e não especializados em comida sem carne. Pra mim é ótimo, uma oportunidade de sair da minha rotina e conhecer novos horizontes.